Solenidade de Todos os Santos

03/11/2019

 Evangelho (Mt 5,1-12a)


- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Naquele tempo, 

vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se,

e Jesus começou a ensiná-los:

"Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.

Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.

Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.

10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.

11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 

12a Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


Evangelho comentado

Frei José Anchieta Varela, IFE

Caros irmãos e irmãs, numa única solenidade, a Igreja festeja todos os seus membros que já nos precederam na glória do Céu. A santidade não é um privilégio de uns poucos, mas uma vocação que é dada a todos os batizados. Todos nós somos chamados à santidade. Mas, em que consiste a santidade? Jesus proclama "bem-aventurados"os pobres em espírito, ou seja, aqueles que têm o coração livre de preconceitos e condicionamentos e por isso são totalmente disponíveis à vontade divina. A adesão integral e confiante a Deus supõe o despojamento e o desapego coerente de si mesmo. O santo é aquele coloca em Deus sua esperança e Nele confia em sua aflições. Crendo nos valores do Reino de Deus, promove a justiça e a paz, é misericordioso e puro de coração, ou seja, vive para Deus e para o próximo. Sofre as perseguições e incompreensões e assim permanece fiel ao seu amor. O santo é aquele que vive para servir, ele doa-se ao serviço generoso aos mais necessitados. Seu coração não se apega aos bens temporários e sua maior riqueza é o amor de Deus em sua vida.

Somos chamados à santidade, na vida familiar, no ambiente de trabalho, na sociedade. Busquemos viver as bem-aventuranças proposta por Jesus. Lembremo-nos que a santidade começa aqui, e que no céu seremos plenos porque estaremos eternamente unidos àquele que é a fonte da Santidade.

Feliz dia de todos os santos! Deus abençoe seu domingo.