6º Domingo do Tempo Comum

16/02/2020

- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

- PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

- Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 20"Eu vos digo: Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus.

21Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: 'Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal'.22aEu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo.

27Ouvistes o que foi dito: 'Não cometerás adultério'.28Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.

33Vós ouvistes também o que foi dito aos antigos: 'Não jurarás falso', mas `cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor'.34aEu, porém, vos digo: Não jureis de modo algum. 37Seja o vosso 'sim': 'Sim', e o vosso 'não': 'Não'. Tudo o que for além disso vem do Maligno".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


Comentário do Evangelho

Frei José Anchieta Varela, IFE

Caros irmãos e irmãs, o seguimento de Jesus parece ser muito simples para a maioria dos cristãos de hoje. Basta dizer que é católico, que foi batizado, que vai a missa algumas vezes durante a vida e pronto, tá tudo certo. Não é bem assim. O mesmo vale para os que vão sempre a missa, que participam assiduamente da Igreja. Ser cristão é colocar em prática o sermão da montanha de Jesus. Este sermão é um resumo do Evangelho, um síntese dos ensinamentos do Senhor . Para seguir Jesus somos chamados a viver sua Palavra e não apenas a seguir normas e viver de formalismos. A Palavra de Deus é vida. Jesus nos pede, não apenas para não matar, seu ensinamento vai além. Odiar, tratar com indiferença, com preconceito ou injustiça o próximo, é o mesmo que matar. Não ser fiel, não respeitar o compromisso com a pessoa amada, tratando o outro apenas como objeto, é o mesmo que cometer adultério. Da mesma forma o cristão deve ser autêntico, verdadeiro. Sua palavra basta. Não precisa jurar nem se apoiar em nada. Seu sim é sim, o não é não. Jesus disse que ele é a verdade, seus discípulos são, portanto, verdadeiros.

Caros irmãos e irmãs, o seguimento de Jesus exige radicalidade. A vida cristã é uma entrega total aos ensinamentos do Evangelho e fidelidade à sua Palavra. Dizer ser cristão é fácil, difícil (mas não impossível) é seguir de fato a Jesus. Bom domingo! Deus te abençoe e sua família!