4º Domingo do Advento

22/12/2019

Anúncio do Evangelho (Mt 1,18-24)

- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

- PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

- Glória a vós, Senhor.

A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria, em segredo. Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: "José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados".

Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: "Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco". Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado e aceitou sua esposa.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.



Comentário do Evangelho

Frei José Anchieta Varela

Caros irmãos e irmãs, a liturgia deste domingo nos mostra Jesus como o Emanuel. "Deus conosco", que veio ao encontro dos homens para lhes oferecer uma proposta de salvação e de vida nova. O Evangelho apresenta Jesus como a encarnação viva desse "Deus conosco ", que vem ao encontro dos homens para lhes apresentar uma proposta de salvação. Contém, naturalmente, um convite implícito a acolher de braços abertos a proposta que Ele traz e a deixar-se transformar por ela.
Notamos ainda qual será a missão de Jesus: o nome que Lhe é atribuído mostra que Ele vem de Deus com uma proposta de salvação para os homens. "Jesus" significa "Jahwéh salva". Também se diz, de forma clara, que Ele é o Messias de Deus, da descendência de David, que os profetas anunciaram.
A figura de José desempenha aqui um papel muito interessante... O anjo dirige-se a ele como "filho de David" (vers. 20) e pede-lhe que receba Maria e que ponha um nome à criança (vers. 21). A imposição do nome é o rito através do qual um pai recebe uma criança como filha. Assim, Jesus passa a fazer parte da família de David e a ser, naturalmente, a esperança para a restauração desse reino ideal de paz e de felicidade pelo qual todo o Povo ansiava. Pela obediência de José, realizam-se os planos e as promessas de Deus ao seu Povo.

Vamos celebrar o Natal daquele que sendo "Deus conosco", veio para nós salvar dos nossos pecados. Ele veio nos chamar à santidade e nos quer encher de graça e paz.

Tenha um bom domingo. Deus te faça feliz!